Reflexão Mara Regis – O que a Bíblia nos orienta fazer quando estamos vivendo uma Crise através de um Governo Corrupto

No mês passado, aqui em Brasília, as notícias de aumento, seja do combustível, das passagens de ônibus, ou até mesmo da entrada no Zoológico, se proliferou de tal forma que seria impossível não refletir a respeito. E não foram só estas notícias que arrancaram comentários por estes dias, concurseiros estão decepcionados, e todos tem reclamações relacionadas ao governo para compartilhar. Nestes momentos, como cristãos, necessitamos compreender o ensino bíblico a respeito, afinal de contas, a palavra de Deus é nosso manual de instrução, é a única regra de fé e prática para aqueles que creem.

Em Romanos 13:1-10 a Bíblia diz: “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. Porque os magistrados não são motivo de temor para os que fazem o bem, mas para os que fazem o mal. Queres tu, pois, não temer a autoridade? Faze o bem, e terás louvor dela; Pelo que é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente por causa da ira, mas também por causa da consciência. Por esta razão também pagais tributo; porque são ministros de Deus, para atenderem a isso mesmo. Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei. Com efeito: Não adulterarás; não matarás; não furtarás; não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. O amor não faz mal ao próximo. De modo que o amor é o cumprimento da lei.

Precisamos compreender que toda autoridade superior, seja ela vereador, prefeito, governador, senador ou presidente são autoridades estabelecidas segundo a soberana vontade de Deus, como ressalta o versículo 1: “Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus; e as que existem foram ordenadas por Deus.“. Todas as autoridades vem de Deus e são ordenadas por Ele.

E nós, o que devemos fazer?

Devemos confiar em Deus, na plena certeza de que Ele está no controle de todas as coisas, pois tudo procede dEle. Devemos orar e apresentar diante de Deus nossa atual situação, seja ela qual for, e acima disso, confiar de todo coração.

Um grande exemplo de como devemos proceder, biblicamente falando, diante dessas situações, está em Habacuque 3:17-18 que diz: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado. Todavia eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação.”.

No versículo 17 o profeta relaciona em 6 tópicos tudo aquilo que de pior poderia acontecer naquela época, envolvendo toda a cadeia da economia local. Estas palavras parecem estranhas para nós porque Habacuque viveu há muito tempo, em uma cultura que era bem diferente da nossa. Nunca perdemos o sono à noite, não nos preocupando com o florescimento dos figos. Não nos inquietamos pensando se a oliveira dará frutos. Mas, Habacuque era um judeu, e a economia de Israel era agrícola. Figo era um recurso econômico importante, assim como o era o fruto da videira, as uvas das quais o vinho era feito. Em palavras, nos dias de hoje, seria o equivalente a dizer: “Ainda que o salário não seja suficiente, nem que o mercado de ações não dê lucro: ainda que os investimentos não tenham retorno, e que eu perca o emprego; ainda que meu fundo de pensão possa falir e toda minha poupança se esgotar. Ainda que a economia agropecuária fracasse, ainda que a indústria automotiva se acabe, ainda que a indústria tecnológica exploda, ainda que todas estas coisas aconteçam, eu me regozijarei no Deus da minha salvação. Eu me alegrarei nele“. Isso é o que ele teria dito, se vivesse no século XXI. Portanto a conclusão que chego é que Somente se cremos em Deus, podemos manter alegria em meio às dificuldades, somente através da confiança no controle soberano de Deus, que podemos descansar mesmo vivendo diante de uma crise através deste nosso governo corrupto.

Que Deus abençoe vocês e suas famílias a viver segundo a palavra de Deus, a seguir este livro como única autoridade de fé e prática sobre suas vidas.

Grande abraço!

PAGE TOP