Reflexão de John MacArthur Jr. – O Behaviorismo Não é a Resposta

A Reflexão de hoje é mais um trecho do livro “Como educar seus filhos segundo a Bíblia” de John MacArthur. Ele é um forte defensor da pregação expositiva, um dispensacionalista e umcalvinista. Você pode conhecer mais sobre o autor aqui.

Antes que você faça essa leitura, é necessário compreender que Behaviorismo é o conjunto das teorias psicológicas que postulam o comportamento como o mais adequado objeto de estudo da Psicologia, também é designado de Comportamentalismo. Conheça mais sobre o assunto aqui.

O Behaviorismo Não é a Resposta

                Neste ponto, alguns leitores podem supor que a solução que tenho em mente para lidar com a depravação infantil é o rígido controle do comportamento infantil atrelado à disciplina severa. Não se trata disso.
Com certeza, boas maneiras e disciplina são aspectos necessários de uma educação adequada. Porém, ensinar boas maneiras aos filhos não é a solução para o problema da depravação humana. Castigar as transgressões também não resolve o problema. Na verdade, os pais que concentram todas as energias em corrigir o comportamento externo, ou em reprovar comportamento inadequado com ameaças de punição, podem não estar fazendo nada mais do que educar hipócritas.
Tenho visto isso ocorrer repetidamente. Conheço pais e mães cristãos que acreditam ser bem-sucedidos porque ensinaram os filhos a agir de maneira polida, respondendo com “Sim, senhor” ou “Não, senhora”. Mas, quando os pais viram as costas, essas mesmas crianças podem ser as mais mal comportadas e incontroláveis da igreja, especialmente quando os colegas, mas não figuras de autoridade, estão presentes. E os pais parecem alegremente inconscientes do verdadeiro caráter dos filhos. Quase todos os professores e líderes de juventude conhecem a frustração de tentar lidar com uma criança problemática cujos pais simplesmente se negam a acreditar que o seu filho seja capaz de cometer um delito grave. Isso acontece com frequência porque os pais têm visado exclusivamente a questões como comportamento em público, decoro externo e cortesia com os adultos, mas não conhecem o verdadeiro estado do coração do seu filho. Muitas vezes, a criança se conforma apenas para evitar ser castigada.
Forçar o comportamento externo com ameaças de punição é puro behaviorismo. As boas maneiras produzidas por essa proposta são meros reflexos condicionados. Embora esse tipo de controle comportamental pareça funcionar maravilhosamente durante um tempo (especialmente quando os pais estão próximos), não trata do problema da depravação, que é espiritual, localizado no coração do homem.

(Trecho do livro “Como Educar os Seus Filhos Segundo a Bíblia” de John MacArthur, Jr. Páginas 42 e 43).

Já compartilhei aqui no blog outros temas deste livro, que você pode encontrar acessando a Categoria Filhos. Ou especificamente as seguintes reflexões:

Se você é pai ou mãe, eu espero que estas reflexões sejam úteis no seu processo de educação dos filhos…
Que Deus os abençoe!

PAGE TOP