Lápis 6B na sobrancelha – Os males e a solução

O Post de hoje é sobre o conhecido lápis 6B da Faber-Castell, que você encontra nas papelarias, e seu uso para preenchimento de sobrancelha. Conheço muitas design de sobrancelha aqui em Brasília que utilizam este lápis para realizar o preenchimento, o que a maioria não sabe é que ele causa câncer e queda nos fios devido a quantidade de chumbo presente no lápis, o que não é pra menos, pois o lápis foi criado para uso em papel.

20090601_SM34ANIZF c

Até mesmo a Faber Castell precisou fazer seu pronunciamento a respeito:

A Faber-Castell não recomenda e não se responsabiliza pelo uso do lápis 6B como maquiagem (uso na pele), pois não é apropriado para essa finalidade, seu uso é recomendado apenas em papel, contudo todos os nossos produtos atendem certificações e rígidas normas nacionais e internacionais, submetendo todos os produtos a testes de metais pesados, entre outros certificando que nenhum dos produtos possui chumbo.

E Claro, a empresa jamais assumiria que seus lápis possuem concentração de chumbo, mas de cara tira seu corpo fora dizendo que não se responsabiliza pelas consequências, enfim, eu usei por bastante tempo e meus pelos caíram e não foi pouco, tenho a sobrancelha falhada pra caramba o que me faz preenche-las sempre com o Duo para sobrancelhas da Nyx que pode ser uma solução para não utilizar mais o 6B.

NYX-eyebrow-cake-powder-1[5]

Outra dica, que ainda não foi testada por mim é do lápis para sobrancelhas da vult, ouvi de uma maquiadora que ele veio para substituir o 6B, que a Faber-Castell lançou através da vult uma versão própria para área de cosméticos, porém, como não achei nada na internet falando a respeito, continua como boato. Há várias resenhas do lápis da vult, muitos elogios, vou testar e depois compartilho a experiência.

Grande Abraço!

 

PAGE TOP